fbpx Buy website traffic cheap

Bitcoin poderá fechar o ano valendo US$ 8500, segundo Trefis Team. A taxa de acerto é de 94%.





O software que prevê a movimentação do mercado,  Team, apresentou a opinião sobre o , e a taxa de acerto é de 94%.
Bitcoin, a principal criptomoeda do mercado, está sendo negociada a US$ 6500 após diversas quedas, o que levou a  a anunciar que os planos de negociação de  sofreria atrasos e à venda generalizada devido à .
Apesar disso, o software Trefis prevê que o Bitcoin feche o ano de 2018 valendo em torno de US$ 8500. Essas previsões se baseiam no volume de transações da criptomoeda e de usuários na blockchain. Eles utilizam o princípio da oferta e dá procura para determinar o preço do Bitcoin. Como a criptomoeda tem um suprimento limitado e sistema deflacionário de trazer novas moedas à existência, isso motiva as pessoas a comprar Bitcoin e consequentemente seu valor a subir.
Espera-se que o Bitcoin tenha um aumento de 30% ao longo do ano. Eles também afirmar que a tendência do preço do Bitcoin é ditada pelas notícias, que foi o que ocorreu em 2017, quando a criptomoeda chegou aos US$ 20 mil. As quedas registradas aconteceram após ataques hackers as exchanges e quando a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos () negou pedidos para um fundo de negociação em bolsa.
Ainda de acordo com a Trefis, a visão positiva para os reguladores veio a partir da criação e o lobby geral da Blockchain Association. A aprovação do fundo de negociação em bolsa seria um poderoso catalisador para o crescimento do valor do Bitcoin.
Iarius Germund, analista de mercado, afirmou:

“Enquanto o mercado ainda responde vagarosamente a muitas notícias que estão surgindo atualmente, a base está sendo gradualmente construída. No mesmo período do ano passado, o mercado de criptomoedas não tinha muitas das coisas necessárias para a adoção como classe de ativos. Fizemos um progresso considerável nesse sentido, mas é provável que o preço só mude quando transformações reais acontecerem no mercado com relação à adoção da moeda”